UMA COLEÇÃO PARTICULAR – ARTE CONTEMPORÂNEA

NO ACERVO DA PINACOTECA
Pinacoteca do Estado de São Paulo, 2015/2016 


Para essa que foi a primeira grande mostra do pouco conhecido acervo de arte contemporânea da Pinacoteca do Estado, uma capa-dobradura que o convida a descobrir o coleção. O paradoxo no título da exposição foi a chave para a identidade da mesma: uma mostra de acervo público, mas que contém no título a palavra “particular”, sugerindo tanto uma coleção “privada”como “peculiar” e “especial”. A barra vertical na identidade sugere esse paradoxo e ao mesmo tempo tem um diálogo visual com a obra “Uma casa” de Carmela Gross, escolhida como ícone da exposição.
 

1/12
LUCIANA FACCHINI
design gráfico