COLEÇÃO MULHERES MODERNISTAS
Cosac Naify, 2004 – 2013


O ambiente intimista das casas dos início do século XX foi o ponto de partida da construção da identidade dessa coleção de grandes escritoras da literatura moderna. Com apelo clássica, a coleção ao mesmo tempo subverte lógicas comerciais, como por exemplo, abreviar o primeiro nome – baseado no antigo costume de ocultar a condição feminina – além de valorizar o sobrenome em detrimento do título do livro. A fonte da coleção, Nofret – que significa “a bela” –, foi desenhada por uma mulher, a tipógrafa alemã Grudun Zapf-Von Hesse.

• Projeto exposto na 8a Bienal da ADG, 2006



FONTE
Nofret [desenhada por Grudun Zapf-Von Hesse]