BAÚ
2013


A maneira como era comercializada foi a chave para a identidade dessa marca de roupas manuais. A cliente recebia uma bolsa-sacola com várias peças em sua casa, podendo experimentá-las com conforto e tempo. Baú sugere surpresas, e a identidade sugere esse desvendamento.

Com Karine Tressler


FONTE
Guardian Egyptian [desenhada por Christian Schwartz e Paul Barnes]